Como usar o 13º para comprar apartamento

22.Novembro.2019

Fim de ano está aí e, com ele, o tão esperado 13º salário. Com dinheiro na mão vem aquela vontade de trocar de carro, viajar, comprar presente, dar uma repaginada no guarda-roupas. Mas, se a sua meta é ter um apartamento novinho para chamar de seu, é importante segurar o impulso de sair gastando com qualquer coisa. Lembre-se de que cada centavo economizado é um passo mais próximo para comprar o seu apartamento. 

Você pode utilizar o 13º para aumentar a entrada do seu imóvel, ajudar a reduzir o valor das parcelas e, consequentemente, os juros. Rápidas simulações para calcular as condições de compra da casa própria comprovam a facilidade na hora da negociação. Mesmo que não use o 13º de imediato para a compra do apartamento, procure guardá-lo em uma poupança. Se você já tem o imóvel, também pode usar esse dinheiro para reformá-lo ou saldar uma parte da dívida.

Planejamento financeiro

Saiba que, mesmo com o orçamento apertado, é possível se organizar e fazer um planejamento financeiro acessível para a compra do apartamento. Identifique os gastos mensais que podem ser cortados ou reduzidos. Controle até mesmo as menores despesas, só assim você terá uma visão real de como seu dinheiro está sendo consumido no dia a dia e onde é possível economizar. Junte todas essas economias ao 13º e dê de entrada no seu BRZ.

Leia também: O que você precisa saber antes de comprar um imóvel

 

Entrada

Use o seu 13º para incrementar a entrada. Quanto maior o valor de entrada, menor será o valor do financiamento. 

Quitação

Se você já comprou o apartamento e quer quitar o financiamento, use o 13º para negociar. Peça um desconto ou o abatimento dos juros.

Parcelas atrasadas

Para você não correr o risco de perder o imóvel, o que pode acontecer depois de três meses de parcelas atrasadas, mantenha o pagamento em dia. Se acontecer algum imprevisto, essa é uma boa oportunidade para usar o 13º salário.

Futuras despesas

Use seu 13º para pagar despesas extras como o IPTU, ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), que gira em torno de 2% do valor do bem, o registro da escritura e as certidões emitidas pelo cartório. Esse dinheiro também é muito bem-vindo para mobiliar o apartamento, mudar a decoração ou até mesmo para uma reforma.

Antecipe parcelas

Também é possível reduzir a quantidade de parcelas pendentes ou diminuir os juros se você antecipar o pagamento das últimas prestações. E nada melhor do que o 13º para isso. 

Comece a se planejar: Seis apps para economizar dinheiro e comprar seu primeiro apartamento

 

Conforme a Lei 4.749, a primeira parcela do décimo terceiro salário deve ser paga entre o dia 1º de fevereiro e o dia 30 de novembro; ao passo que a segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro, tendo como base de cálculo o salário de dezembro menos o valor adiantado na primeira parcela.

 

Gostou dessas dicas? Já tem planos para o uso do seu 13º salário? Se a sua opção é realizar o sonho da casa própria, visite o estande da BRZ da sua cidade ou converse com um dos consultores BRZ no chat online para auxiliar em sua decisão.

Leia outras dicas em nosso blog e nos acompanhe também nas mídias sociais em Facebook, Instagram e YouTube.