Criar pets em apartamentos: o que todo mundo precisa saber

04.Outubro.2019

É cada vez maior o número de pessoas que moram em apartamentos. Isso representa, antes de mais nada, uma mudança no estilo de vida. Os ganhos são muitos, mas em alguns aspectos também precisamos ter certos cuidados. 

Quem ama animais, por exemplo, sofre com os espaços fechados, onde parece ser muito difícil ter um cachorro ou gato para preencher o convívio do dia a dia. Mas, por menor que seja o apartamento, sempre existem boas adaptações que podem ser realizadas para facilitar o convívio com o pet. 

Eles são companheiros, fiéis e amorosos e preenchem a casa de alegria e carinho. Por isso, vale lembrar que nenhum pet é feliz se ficar confinado, por exemplo, em áreas de serviço ou varandas. Cães e gatos precisam de exercícios, brincadeiras e interação social. Eles se adaptam bem aos espaços, contanto que as suas necessidades sejam atendidas.

Se você tem muita vontade de criar um pet em apartamento, mas acha que isso é uma missão impossível, confira estas dicas da BRZ que vão ajudar você e o seu pet a terem uma convivência tranquila e harmoniosa:

Convivência com a vizinhança

A primeira coisa a fazer para quem quer ter um pet em apartamento é ficar atento às regras do condomínio e evitar problemas com os vizinhos. Leve sempre com você saquinhos coletores de sujeira e não deixe seu pet solto no elevador ou nas áreas comuns. Mantenha os ambientes limpos para evitar multas e advertências desnecessárias. 

Leia também: Dicas para viver bem em condomínio.

Proteções para as janelas

Gatos e cachorros adoram o sol. Eles sempre vão atrás de iluminação natural para aquecer os pelos, relaxar, tirar um cochilo e ver a movimentação das ruas. Quando falamos em apartamentos, o principal ponto por onde o sol entra são as janelas e é aí que mora o perigo. Janelas baixas ou varandas com grandes vãos podem trazer riscos para os pets em apartamento. Portanto, redes de proteção para as janelas são fundamentais para que acidentes não aconteçam. 

Local para as necessidades do seu pet

O seu apartamento precisa de um local para que o pet faça as necessidades. Geralmente, esse espaço fica na área de serviço ou outro usado com menos frequência, entre outros lugares pouco utilizados. No caso dos gatos, é utilizada uma caixa com areia. A caixa de areia deve ser trocada diariamente, já que as fezes e urina desses animais são fortes e podem desencadear micoses.

Já para os cães, a sugestão é utilizar jornal velho ou toalhas higiênicas produzidas para essa finalidade. 

Manter a higiene é fundamental

A limpeza do seu apartamento deve ser a mais cuidadosa possível, evitando totalmente longos intervalos entre uma faxina e outra. No dia a dia, você notará que gatos e cachorros soltam bastante pelo. Manter um aspirador por perto ajuda muito! Além disso, é importante sempre manter limpo o local onde seu pet faz as necessidades. Porém, evite produtos que sejam tóxicos ou agressivos à saúde dele. 

Existe uma ótima solução caseira para tirar de uma vez por todas aquele cheirinho característico com o qual você até pode se acostumar, mas que as visitas costumam sentir. Dilua três colheres de sopa de vinagre de vinho branco em um litro de água e passe com um pano no chão. O vinagre é poderoso na hora de eliminar os odores, não mancha o piso e não causa alergias. E pode ficar tranquilo: a diluição na quantidade certa de água não vai deixar seu apartamento com cheiro de vinagre.

Veja ainda: As cinco maiores vantagens de morar em condomínio.

cachorro dormindo em caminha

Onde o pet deve dormir?

Seu pet precisa ter uma casinha ou caminha em um local apropriado. Além disso, os colchões e panos usados no lugar onde o pet dorme precisam ser higienizados com frequência. Não se esqueça de dar vermífugos, seguindo a orientação do veterinário, de fazer a tosa e de controlar pulgas e carrapatos que possam surgir e provocar doenças tanto no seu pet quanto em sua família.

Cuidados com a alimentação

Oferecer a alimentação correta é fundamental para a saúde do seu pet. Como o convívio em apartamentos é geralmente mais intimista, é comum que os donos deem pedaços de alimentos, entretanto, esse não é um bom hábito, já que o sistema digestivo deles é bem diferente do nosso. Prefira dar rações e petiscos especialmente produzidos para os bichinhos e mantenha os recipientes de alimentação sempre limpos. 

Alguns gatos preferem beber água fresca, o que pode fazer com que seja necessário optar por produtos como fontes que deixem a água sempre corrente e renovada. Caso a água seja deixada em um recipiente, é importante que a limpeza e a troca da água sejam constantes. 

Leve seu cachorro para passear

Se o seu pet é um cachorro, dar uma voltinha pelo bairro, ver pessoas e pets diferentes, além de gastar a energia com a caminhada são atividades importantíssimas. O ideal é que você saia com seu cachorro pelo menos duas vezes ao dia e que esse passeio não seja somente para o xixi e o cocô, mas pelo passeio em si e pelo momento que podem desfrutar juntos. 

Veja mais: Benefícios de morar em condomínios com área de lazer completa.

Gatos gostam muito de brincadeiras

Já se o seu pet é um gato, embora bastante preguiçosos, eles têm suas horas de bagunça e brincadeiras. Bolinhas e brinquedinhos são muito bem aceitos por esses animais. Brinquedos de afiar as unhas são importantes para que eles não treinem as garras nos móveis do lar. 

Dê muita atenção a seu amigo

Deixar seus pets longos períodos dentro do apartamento ou sozinhos pode gerar ansiedade e estresse. Por isso, faça brincadeiras, peça para trazer a bolinha, pular para pegar uma corda ou qualquer outra atividade que faça seu pet se movimentar.

Como vimos, criar pets em apartamento não é uma tarefa difícil. Com um pouco de criatividade, disciplina, disposição e muito amor, você e seu pet serão muito felizes no seu BRZ!

E não se esqueça de compartilhar os lindos momentos vividos com seu pet conosco: poste fotos utilizando #MeuBRZ no Instagram!

Leia outras dicas em nosso blog e nos acompanhe também nas mídias sociais em Facebook, Instagram e YouTube.